Almada | 1ª edição do Rafeiro de Ouro

Os vencedores da 1.ª edição dos prémios Rafeiro de Ouro foram conhecidos no Sábado dia 17 de Dezembro. Ladrão, o cão de Almada e Barros, K9 da GNR receberam o Prémio de Honra 2022

Os vencedores da 1.ª edição dos prémios Rafeiro de Ouro foram conhecidos este Sábado, dia 17 de Dezembro, no Fórum Municipal Romeu Correia. A iniciativa da Provedoria dos Animais do Município de Almada tem como objectivo homenagear e reconhecer o esforço e dedicação das associações de proteção animal, grupos informais, cuidadores individuais e instituições à causa animal.

Cerca de uma centena de pessoas receberam Ladrão, um dos homenageados da noite, quando entrou na Sala Pablo Neruda, no Fórum Municipal Romeu Correia, acompanhado por Elsa Ribeiro, sua tutora desde há quatro anos. “Almada é tão especial que em vez de ter um cão de suporte emocional de uma única pessoa, tem um cão de suporte emocional de uma comunidade inteira – o Ladrão de Almada. Acompanhou várias gerações, vivia na rua, mas sempre foi acarinhado pelos almadenses, sobretudo pelas crianças.”, declarou na ocasião Inês de Medeiros.

O Prémio de Honra foi entregue por Inês de Medeiros, presidente da CMA, em representação “de todos quantos se cruzaram com este cão fantástico. (…) Um município que consegue demonstrar tanto carinho, amor e reconhecimento a um cão maravilhoso como é o Ladrão, é francamente um município especial”, realçou Inês de Medeiros, agradecendo ao Ladrão “toda a alegria e carinho que deu a tantas pessoas de Almada, mas também à sua tutora que está a cuidar dele no final da sua vida.”

Barros, cão K9 da equipa cinotécnica de intervenção táctica da GNR, que há nove anos perdeu a vida no cumprimento do dever, foi outros dos homenageados com o Prémio de Honra. Para António Raposo, o seu tratador, “Barros não era apenas um cão. Era um amigo, um camarada de trabalho especial e com capacidades acima da média.” Partilhou com ele muitas histórias e aventuras e ainda hoje conta emocionado que “foi um privilégio, sinto um orgulho enorme em ter sido colega do Barros.”

A 1.ª edição dos prémios Rafeiro de Ouro contou com cerca de meia centena de nomeações, feitas pela comunidade, de associações e cidadãos que têm contribuído para o bem-estar e protecção animal no nosso concelho. Os vencedores foram eleitos através de uma votação online.

“Gratidão”. Foi este o sentimento expresso por Nuno Paixão, Provedor dos Animais do Município de Almada, durante a entrega dos prémios, “gratidão por todas as pessoas, associações e organizações que diariamente fazem tanto pelos animais”.

Mais do que distinguir os premiados, de acordo com Nuno Paixão, esta iniciativa pretende “agradecer, louvar e nomear todos os que estão envolvidos na protecção animal. Queremos envolver a comunidade e chamar a atenção para esta luta e, o esforço e trabalho de equipa realizado por todos”.

No encerramento da iniciativa, Inês de Medeiros agradeceu toda a dedicação e empenho das associações afirmando que o trabalho da autarquia “sem o vosso não seria possível. Todos juntos damos grandes passos em direcção a uma sociedade onde pessoas e animais convivem sem uma relação de poder entre elas.”

A presidente da CMA lembrou ainda os esforços encetados pela autarquia na construção do novo Centro de Recolha Oficial de Almada (CROA), cujo projecto deverá estar concluído durante 2023 para que a empreitada possa avançar. O futuro CROA vai albergar o Serviço Municipal Veterinário, entidade municipal/nacional distinguida pela comunidade, mas também as associações de cães e de gatos. Além deste compromisso assumido pela CMA, em 2023 está prevista a introdução do cheque veterinário para apoio às famílias mais desfavorecidas.

Além da presidente da CMA e do Provedor dos Animais do Município de Almada, na cerimónia de entrega dos prémios estiveram também presentes Filipe Pacheco, vereador responsável pelo Bem-estar Animal; Nicole Tonelo, em representação do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas; Rui Carvalheira, Director Municipal dos Serviços Urbanos; António Godinho, Director do Departamento de Proteção Civil e; Catarina Fonseca, chefe de Divisão de Bem-Estar Animal e Segurança Alimentar.

Lista de todos premiados Rafeiro de Ouro:

Prémio de Honra 2022: Ladrão, cão de Almada; Barros, K9 da GNR.

Associação no concelho de Almada dedicada a Cães: Associação Os Amigos dos Animais de Almada – Canil da Aroeira.

Associação no concelho de Almada dedicada a Gatos: Onde há gato, não há rato 

Grupo informal no concelho de Almada dedicado a Cães: Amigos dos Animais – Costa de Caparica; Amor Rafeiro  

Grupo informal no concelho de Almada dedicado a Gatos: Corações Sem Dono  

Dedicação à causa animal no concelho de Almada – Cães: Cornélia Fischer

Dedicação à causa animal no concelho de Almada – Gatos: Catarina Faria

Dedicação à causa animal no concelho de Almada – Outros Animais: Margarida Paulos

Dedicação à causa animal no concelho de Almada – Todos os Animais: Olga Teixeira

Associação dedicada à proteção animal fora do concelho de Almada: O Cantinho da Milú 

Dedicação à proteção animal no âmbito nacional: Suzel Costa 

Entidade municipal/nacional dedicada à proteção animal: Serviço Veterinário Municipal de Almada

©Fb / Ladrão com a cadeira de rodas feita à sua medida

A história de Ladrão

É difícil encontrar um almadense que não conheça o Ladrão, o cão vadio mais conhecido da Margem Sul. Ladrão”, foi acolhido por alguns almadenses, mas voltava sempre para as ruas. Nelas, era recebido com amor por todos aqueles que o viam. Hoje, a vida que leva é diferente: chama-se Dão, tem chip, uma casa da qual já não foge e a tutora Elsa Ribeiro, que cuida dos problemas de saúde que vieram com os seus 16 anos de idade.

São muitas as histórias que envolvem Dão, o Ladrão de Almada. Quando não recebia comida das dezenas de pessoas que o conheciam, Dão roubava para comer. Há uma casa de frangos que lhe dava frango assado e desossado sempre que ele aparecia e, tinham um balde com água na rua para ele beber mesmo à noite. Também roubava carne dos grelhadores dos restaurantes de Cacilhas.

Em 2018, Dão (na altura Ladrão) começou a visitar a casa de Elsa Ribeiro. A tutora havia voltado recentemente de Inglaterra e adoptado Charlie, um cão vadio que resgatou das ruas. Após vários meses a cuidar de Dão, resolveu tornar a adopção oficial. Mas não foi fácil porque além de comentários negativos de alguns almadenses, que defendiam que Ladrão pertencia às ruas e era um cão livre, o cão teve quatro coleiras e dois peitorais roubados. Elsa, porém, não deixou as controvérsias afectá-la e lutou pelo patudo.

Com a chegada do frio e da chuva, a tutora tomou a decisão de não 0o deixar mais sair sozinho. Dão foi então castrado e desde então, é um cão doméstico. A adaptação à nova vida não podia ter corrido melhor. Só para Charlie, o “mano” de quatro patas, é que não foi fácil. No começo tinha ciúmes, mas agora já são como irmãos de sangue.

Pouco tempo depois, o “cão de todos” foi diagnosticado com osteoartrite, uma doença crónica que danifica a cartilagem, e nos últimos anos perdeu a locomoção das patas traseiras. Elsa começou a procurar alternativas para ajudá-lo a andar, porque ele adora andar na rua e sempre fez isso. Foi feita uma angariação de fundos para ajudar a cobrir os custos de uma cadeira de rodas, consultas e medicações. No mesmo dia, conseguiram os cerca de mil euros necessários e passado um mês, Dão tinha a sua cadeira de rodas feita à medida, voltando a passear pelas ruas de Almada como tanto gosta.

Para além de Elsa, a celebridade de quatro patas ainda conta com milhares de fãs, tem uma conta no Facebook e, diversas associações nacionais e residentes de Almada partilham fotografias do cão mais famoso da região. Em 2017, apareceu num vídeo do humorista Diogo Batáguas, sendo referido como “o animal de estimação de Almada”.

Mais informações:                   

Provedor Municipal dos Animais de Almada 
npaixao@cm-almada.pt
www.facebook.com/provedoriadosanimaisalmada

Serviço Veterinário e de Bem Estar Animal
Rua Bernardino Machado, Alto do Índio, 2815-711 Sobreda
Tel.: 212 724 066
svm@cm-almada.pt

, , , , , , ,

Sofia Quintas

Directora e jornalista do Almada Online

Um pensamento em “Almada | 1ª edição do Rafeiro de Ouro

Comentários estão fechados.