Almada Cabaz de Sonhos – Empreender no Feminino

Inscrições abertas para projecto social de inclusão

Estão abertas as candidaturas para o grupo II do projecto social Almada Cabaz de Sonhos : Empreender no Feminino.

O projecto dirige-se a quem viva no território do Laranjeiro / Feijó ou Caparica / Trafaria e sonhe abrir o seu próprio negócio mas não sabe por onde começar. A iniciar em Setembro de 2022, esta capacitação tem por objectivo dar competências pessoais e profissionais para que se possa ser uma empreendedora de sucesso. E sucesso aqui significa muito mais do que disponibilidade financeira.

Almada Cabaz de Sonhos: Empreender no Feminino, é um projecto de capacitação e promoção da
igualdade de oportunidades e género, dirigido a mulheres em situação de vulnerabilidade social, como por exemplo, ex-reclusas, mulheres em situações de violência doméstica, mulheres migrantes, desempregadas de longa duração ou outras situações de vulnerabilidade.

O projecto, que tem uma duração 10 meses, contribui para a redução da desigualdade de géneros no acesso ao mercado de trabalho, através da criação do próprio negócio e, estimula também as mulheres a criarem as suas ferramentas individuais e sociais, ao serviço de uma maior integração laboral.

Este projecto será desenvolvido através do Mentoring numa base de competências tripartidas: Saber-saber, Saber-estar, Saber-fazer.

Irá criar não só uma capacitação das competências pessoais mas também o aumento da rede de
networking individual de cada uma, ao relacionar os conhecimentos por forma a melhorar a vida pessoal e profissional (Saber-saber) e, o saber-fazer com o intuito de potenciar as competências de empreendedorismo para projectos futuros.

A capacitação do seu público-alvo está dividida em 6 módulos: Negócios e Ideias; Desenvolvimento pessoal; Comunicação interpessoal; Gestão financeira e Pitch; Marketing e Vendas e; Plano de Negócios

As participantes vão desenvolver a sua rede de networking e auto-estima através de outras mulheres-modelo (Saber-ser), através de reuniões de mentora-mentee para desenvolvimento de algumas competências pessoais. Também vão desenvolver um modelo de negócio com base numa ideia (Saber-fazer), através da concepção de um plano de negócios e apresentação da viabilidade do mesmo, para obtenção de financiamento e auto-emprego.

O projecto será monitorizado pela coordenadora de forma próxima e contínua procurando acompanhar as acções que decorrem no terreno e, sistematizando os dados relevantes para aferição do processo e introdução de melhorias no mesmo e, terá todo o apoio a nível financeiro para garantir que todos os custos estão em conformidade com o planeado. O apoio técnico garantirá que todas as peças de comunicação serão realizadas de acordo com o guia de informação e comunicação para beneficiários, o que implica a implementação de todas as fontes de financiamento, apoios e parcerias.

O projecto em causa está alinhado com os três objectivos enunciados nas Estratégias de Desenvolvimento Local.: promover o desenvolvimento local através da consolidação de uma intervenção em rede e implementação de estratégias concertadas com os diferentes actores, nos domínios da educação, formação e empregabilidade; contribuir para o reforço da economia local através da qualificação do capital humano, do tecido empresarial e do estímulo ao desenvolvimento de soluções que potenciem a utilização eficiente dos recursos ou oportunidades do território; promover a inserção social combatendo as causas que estão na base dos fenómenos de exclusão social nos territórios mais vulneráveis do concelho, através de processos de capacitação, participação e de criação de respostas nas áreas da educação, formação e empregabilidade.

O projecto Almada Cabaz de Sonhos: Empreender no feminino, é uma iniciativa do Instituto Piaget, coordenado por Sara Durão com o apoio financeiro da Engenheira Alexandra Sardinha e, o apoio técnico de Luís Batista e Luís Fonseca.

Este projecto conta com as parcerias da Santa Casa da Misericórdia de Almada, da Fundação AMI, da UMAR, do centro comunitário do Laranjeiro/ Feijó, da Câmara Municipal de Almada, do High Business Plan, da AD SUMUS e da Associação Mimo.

, , , ,

Sofia Quintas

Directora e jornalista do Almada Online