Almada | Domiciliária e pulseira para coautora de tiroteio no Almada Fórum

Detida fica em prisão domiciliária com uso de pulseira electrónica.

A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, em cumprimento de Mandado de Detenção emitido pela autoridade judiciária competente, identificou, localizou e deteve, fora de flagrante delito, uma mulher de 31 anos de idade, por sobre ela recaírem fortes indícios da práctica, em coautoria, de um crime de homicídio na forma tentada, um crime de ofensa à integridade física e um crime de detenção de arma proibida.

“A ora detida, no passado dia 10 de Setembro, juntamente com o seu marido, actualmente em prisão preventiva, quando circulavam numa grande superfície comercial do concelho de Almada, entraram em conflito com um outro casal que circulava no mesmo espaço. A determinado momento, a ora detida, entregou ao seu marido, uma arma de fogo que transportava na mala, seguindo ambos, atrás do casal com o qual tinham desavenças antigas. Após se encontrarem, o marido da ora detida efectuou disparos de arma de fogo na direção do casal, vindo a provocar ferimentos, numa criança que se encontrava naquela superfície comercial.”, declarou a PJ em comunicado.

A determinado momento, a ora detida, entregou ao seu marido, uma arma de fogo que transportava na mala, seguindo ambos, atrás do casal com o qual tinham desavenças antigas.

A detida foi presente a primeiro interrogatório judicial na Quinta-Feira passada, tendo ficado em prisão domiciliária com uso de pulseira electrónica. 

O Almada Online conseguiu apurar junto de fonte próxima ao processo, que deseja permanecer anónima, que “Tudo foi uma vingança de um tiroteio ocorrido em 2013. Os três disparos que, a 10 de Setembro, levaram ao pânico no centro comercial Almada Fórum, e que causaram ferimentos num joelho a uma menina de 5 anos, que estava no local com a família e foi vítima inocente, foram efectuados por um homem de 34 anos – detido logo no local pela PSP – que se quis vingar de outro que o terá baleado com vários tiros, em Lisboa, há nove anos. “

, , , , , , , , ,

Sofia Quintas

Directora e jornalista do Almada Online