Almada | WeMob em greve na próxima semana

Trabalhadores realizam greve das 10h às 12h, de 24 a 28 de Outubro

A paralisação na WeMob foi convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional, Empresas Públicas, Concessionárias e Afins (STAL) e vai decorrer entre as 10h e as 12h, de Segunda a Sexta-Feira durante a próxima semana.

Em comunicado, o sindicato indica que “no período de paragem, os trabalhadores da empresa do concelho de Almada, vão concentrar-se junto aos paços do concelho.”

Segundo o STAL, “esta jornada de luta resulta da inaceitável falta de diálogo revelada quer pelo Conselho de Administração da empresa, quer pelo executivo da Câmara Municipal de Almada, face às propostas reivindicativas apresentadas.”

“O STAL, tendo em conta o processo negocial das carreiras profissionais na empresa, entregou a 26 de Agosto, depois de um processo de discussão com os trabalhadores, a contraproposta, e antes disso entregou um documento estruturante que resultou de uma reunião exploratória que aconteceu em 10 de Maio. Nem um, nem outro, obtiveram resposta, a par dos seis ofícios reencaminhados a exigirem a marcação de uma reunião negocial”, refere o sindicato.

Pedro Rebelo, dirigente do STAL, explicou, em declarações à agência Lusa, “que não existe perspectiva de evolução de carreira e que há trabalhadores com 15 anos de serviço que ganham o mesmo que aqueles que acabaram de entrar.”

Os trabalhadores reivindicam ainda aumentos salariais em 2023 de 100 euros, no sentido “de repor o poder de compra perdido com o contexto actual de subida de inflação, mas também da perda de poder de compra de 13 anos a rondar os 12%”.

Pedro Rebelo explicou que 43% dos trabalhadores recebem o salário mínimo.

De acordo com dados da empresa de Janeiro deste ano, a WeMob tem actualmente um total de 98 trabalhadores.

, , , , , , , , ,

Sofia Quintas

Directora e jornalista do Almada Online