Neurologista da CUF Almada ganha bolsa de doutoramento de 20 mil euros

Miguel Rodrigues que também é Director dos Serviços de Neurologia no Hospital Garcia de Orta, foi premiado com a Bolsa de Doutoramento em Medicina da CUF pelo seu estudo que pretende avaliar o tratamento do Acidente Vascular Cerebral (AVC) em Portugal

Este é o sétimo ano que a CUF atribui Bolsas de Doutoramento em Medicina, tendo a cerimónia de entrega das bolsas sido realizada Sexta-feira dia 20 de Janeiro, no Centro do Conhecimento do Hospital CUF Descobertas. A cerimónia decorreu no âmbito das Primeiras Jornadas de Investigação Clínica CUF, um evento que dá a conhecer o contributo da CUF para a realização de investigação clínica nos seus diferentes hospitais e clínicas, com a apresentação de resumos de ensaios clínicos, estudos observacionais e trabalhos científicos realizados com bolsas atribuídas pela CUF. 

Desde que foram criadas, em 2014, a CUF já atribuiu 34 Bolsas de Doutoramento em Medicina, num valor total de 680 mil euros, a profissionais de saúde que trabalham na rede CUF e que estão a realizar programas de doutoramento em escolas de medicina nacionais. 

Para Rui Diniz, Presidente da Comissão Executiva da CUF “este investimento representa a contínua aposta da CUF no progresso da Medicina e da Ciência no país, encarando o apoio à participação de profissionais de saúde em actividades de investigação e a cooperação com instituições universitárias como uma prioridade estratégica para o desenvolvimento do conhecimento e, consequente melhoria da prestação de cuidados de saúde à população”.

Avaliadas por um júri independente presidido por António Rendas, professor catedrático de Medicina e investigador, as Bolsas de Doutoramento em Medicina da CUF são atribuídas a projetos de diferentes especialidades médicas. 

Acidente Vascular Cerebral, Doença Respiratória Aguda, Carcinoma Tubo-Ovárico, Síndrome de Conflito Femoroacetabular e Diabetes Mellitus tipo 1, são o foco dos projectos de investigação seleccionados para a atribuição das Bolsas de Doutoramento em Medicina da CUF desta edição. 

Com o estudo “Análise de efectividade e utilidade das estratégias de abordagem do Acidente Vascular Cerebral através da metodologia de avaliação de tecnologias de saúde” que pretende, avaliar o tratamento agudo do Acidente Vascular Cerebral (AVC) em Portugal, estabelecendo um conjunto de modelos de decisão, capazes de comparar o custo de cada AVC e os benefícios em saúde atribuídos a cada estratégia de tratamento, Miguel Rodrigues, neurologista na Clínica CUF Almada, Director dos Serviços de Neurologia do Hospital Garcia de Orta, Tesoureiro da Sociedade Portuguesa de Neurologia, Vice-Presidente da Sociedade Portuguesa de Neurossonologia e, membro da Direcção da Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral, recebeu uma das bolsas.

Também premiados com bolsas foram Tomás Lamas, especialista em Medicina Intensiva no Hospital CUF Tejo, com o projecto de investigação ”Diálise Pulmonar – utilização da diálise convencional para remover o CO2 na insuficiência respiratória aguda sob ventilação mecânica”; Catarina Alves do Vale, Médica Interna no Hospital CUF Descobertas, com o “Estudo da oncogénese do carcinoma tubo-ovárico e indução de fenótipo ‘BRCAness’ como estratégia terapêutica”; Pedro Dantas, ortopedista na Clínica CUF Alvalade e no Hospital CUF Descobertas foi também distinguido pelo projeto “Pressão e força de contacto na síndrome de conflito femoroacetabular tipo cam” e; Joana Serra Caetano, pediatra no Hospital CUF Coimbra, com o projecto “Vesículas extracelulares na urina: biomarcadores não-invasivos da função das células β na diabetes em idade pediátrica”.

A cerimónia de entrega das bolsas contou com a presença da Presidente da Agência de Investigação Clínica e Inovação Biomédica, Catarina Resende Oliveira, com o Presidente do Júri, António Rendas e com o Presidente da Comissão Executiva da CUF, Rui Diniz. 

, , , , , , , , , , ,

Sofia Quintas

Directora e jornalista do Almada Online